Balneário (do Amor) Camboriú

1

por Nathalia Mattos

Eu e meu namorado Pedro fomos para São Paulo e, na volta, pegamos aqueles folhetos de avião que é lotado de pacotes de viagens para lugares maravilhosos. Claro que nenhum era viável para o nosso bolsinho, principalmente para o meu que estou desempregada. Olhando nas viagens nacionais, achamos um pacote de um lugar que sempre quis ir: Balneário Camboriú – Santa Catarina. Sempre quis conhecer o parque do Beto Carrero World, conhecer as cidadezinhas alemãs que têm por lá. O aniversário do Pedro estava chegando e ele começou a imaginar mil coisas, planejar tudo e eu, óbvio, questionando se ele estava ficando louco. Sem dinheiro como a gente ia viajar? Só sei que foi assim. Parcelamos tudo e fomos. Dia 21 de Maio, bem no dia do aniversário dele.

Chegando lá de tardezinha, fomos direto para o hotel nos arrumarmos para comemorar o aniversário dele. Como eu disse, Pedro já havia planejado praticamente tudo que iríamos fazer lá. Então pegamos um táxi e fomos para o restaurante Didge que é australiano que possui uma decoração típica e atrações diferentes para cada dia da semana. Ah, como tudo lá em Balneário, não é barato não, rs.

5

No dia seguinte, fomos para um mini tour em uma van com uma guia e um pessoal que comprou a viagem na mesma companhia. Passamos por uma fábrica de cristais, outlets, inclusive um deles era da Hering, pois a fábrica no Brasil fica lá. Passamos também por Blumenau no Museu da Cerveja e vimos onde é feito o Oktoberfest. Por último, visitamos a Villa Germânica, que é uma pequena simulação de como é uma vila na Alemanha. Eu amei o lugar. Cheio de lojinhas de comidas e cervejas de lá, presentes de visita, camisas, etc.

Ainda no mesmo dia, saímos à noite para comer e fomos a uma pizzaria maravilhosa chamada Pizzaria Bis. Lá têm vários sabores diferentes de pizzas salgadas e doces, com tamanhos diferentes e pasmem: bordas de calabresa com catupiry!!! Aprovadíssimo o lugar.

3

O segundo dia, foi dia de Beto Carrero!!!! Como era sábado, lotou demais e o jeito foi comprar aquelas pulseirinhas de Fast Pass. Adiantou muito nossa vida, já que a gente “furava” as filas. A gente tinha direito de fazer isso 12x nos brinquedos que permitiam isso. Óbvio que usamos tudo, aproveitamos tudo que podíamos. Fomos nas duas montanhas-russas mais radicais, no rio do Madagascar, passeamos pelo Zoo, fizemos o trenzinho do Beto Carrero, almoçamos em um Show de Excalibur que funcionava assim: você sentava em uma arquibancada com uma cor que você escolhia e daí tinha que torcer para o guerreiro da respectiva cor. Foi bem divertido. Confesso que, mesmo que eu já tenha ido à Disney, eu tava com bastante medinho e falava com Pedro que estava “enferrujada”, mas no fim aproveitei tudinho doida pra voltar lá de novo! Sem contar que ele me convenceu, depois de muitas tentativas, de ir no elevador menor, porque eu tenho horror a sensação de estar caindo. Fui só de olhos fechados e segurando a mão dele e ainda gritei bem alto (e ainda fui mais uma vez). Pedro ainda foi louco de ir naquela torre gigantesca de 100m (120km/hr), já eu, nem morta.  Apesar da minha alma ter ficado lá, amei o parque e voltaria sem pensar duas vezes.

Mesmo meio mortos, também aproveitamos a noite de sábado e fomos comer temaki na Temaki Art. Logo em seguida, fomos experimentar um bar só de caipivodkas. Esse eu infelizmente não sei o nome, pois era bem pequeno.

No último dia, fomos ao Parque Unipraias onde subimos de bondinho, andamos num carrinho muito legal lá em cima que é tipo uma montanha russa, mas é bem de leve e é no meio do mato. Muito diferente e gostoso de andar. Tiramos fotos das paisagens e eu infelizmente rejeitei a ideia de descer 750 metros a 60 km/h em uma tirolesa. Sério, era muito alto. Pedro desistiu só porque eu não quis ir. Fazer o que né. Logo depois de lá, descemos de bondinho mesmo e fomos atrás do nosso último almoço na cidade. Fomos a um restaurante simples. Comemos, fomos para o hotel esperar os guias nos levarem ao aeroporto. E assim que acabou nossa viagem.

A experiência foi sensacional, voltaria atrás com certeza e faria tudo de novo. Foi ótimo para nós dois, ficarmos um pouco sozinhos curtindo só nós dois e um lugar diferente, com bastante diversão incluída. Aconselho muito, porém… Vai ser bem melhor se estiverem com bastante grana, porque lá é tudo bem caro, já que é uma cidade turística. E se vocês forem em época de alta temporada, leve ainda mais dinheiro e veja muito antecipadamente onde irão ficar e tudo mais, porque lota DE VERDADE.

No mais é isso galera. Vocês também tem uma experiência de viagem como essa? Conta pra gente!

Beijos da Nath ❤

Anúncios

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s